domingo, 30 de janeiro de 2011

Frases Literárias

"Depois do céu quem mais faz milagres é o amor." (Camilo Castelo Branco)

"Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato." (Chaplin)


"Talvez algumas fantasias só devam ser vividas em nossos sonhos." (A menina que roubava livros)

"Costumo voltar atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro." (JK)

"Quando o sentimento vem, ninguém fica pensando se deve ou não deve amar. Acontece e pronto." (Silvia Araújo)


"Ninguém é perfeito, até que um dia você se apaixona por alguém, e vê nesse alguém algo que nunca viu em mais ninguém."

"Eu coleciono lágrimas." (A Cabana)


Eu sigo @ 
Frases literárias e algumas outras que merecem ser lembradas.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Minha querida Clarice Lispector.

“Quando criança, e depois adolescente, fui precoce em muitas coisas. Em sentir um ambiente,
por exemplo, em apreender a atmosfera íntima de uma pessoa. Por outro lado, longe de
precoce, estava em incrível atraso em relação a outras coisas importantes. Continuo,
aliás, atrasada em muitos terrenos. Nada posso fazer: parece que há em mim um lado
infantil que não cresce jamais.
Até mais que treze anos, por exemplo, eu estava em atraso quanto ao que os americanos
chamam de fatos da vida. Essa expressão se refere à relação profunda de amor entre um
homem e uma mulher, da qual nascem os filhos. Depois, com o decorrer de mais tempo,
em vez de me sentir escandalizada pelo modo como uma mulher e um homem se unem,
passei a achar esse modo de uma grande perfeição. E também de grande delicadeza.
Já então eu me transformara numa mocinha alta, pensativa, rebelde, tudo misturado
a bastante selvageria e muita timidez.

Antes de me reconciliar com o processo da vida, no entanto, sofri muito, o que
poderia ter sido evitado se um adulto responsável se tivesse encarregado de me contar
como era o amor. Porque o mais surpreendente é que, mesmo depois de saber de tudo,
o mistério continuou intacto. Embora eu saiba que de uma planta brota uma flor,
continuo surpreendida com os caminhos secretos da natureza. E se continuo até hoje com
pudor não é porque ache vergonhoso, é por pudor apenas feminino.

Pois juro que a vida é bonita.”
  

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

#FATO



rááááá,
eu sei que algum namorado vai se indentificar com isso!
E digo mais, sou melhor que vc em outras coisas! RUMM
PLAY 2 É PRA MENINOS!!  ;x

sábado, 22 de janeiro de 2011

Beleza destruída pelas drogas

Essa garota russa começou a utilizar heroína no ano de 2004, ao passar dos anos os efeitos foram aparecendo e bem…


2004



 2005





2009




2010


 2010


 __________________________________________________________________________


video

#FikDik

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Árvore Genealógica do Rock

Vovô e Vovó Blues

Um casal velhinho, de pele escura, tendo os dois uma voz bem grave. Muito simpáticos e sorridentes, adoram dançar, ou "balançar o esqueleto", como preferem dizer. Já tiveram suas brigas com a Dona Música Clássica, e sempre foram amigos do senhor Jazz (especialmente a Sra. Blues), um outro velhinho, ex-acrobata de um circo local. Tiveram quatro filhos: Rockabilly, Rock Pop, Rock Progressivo e Hard Rock.

Rockabilly
O irmão mais velho. Outro que é apaixonado por dançar. Antigamente, andou muito com o segundo mais velho, o Rock Pop. Adora topetes, calças boca-de-sino, óculos escuros coloridos, brilhantina e coisas bregas em geral. Fez muito sucesso com a mulherada na juventude, mas agora é um velho gordo.

Rock Pop
Adora andar na moda, mas não tem uma opinião fixa. Já andou com todos os outros irmãos, menos com o progressivo. Sabe-se que ele ganha muito bem, e quem anda com ele também, e que ele é louco por dinheiro, se vende por qualquer coisa. Dizem que ele gosta de enganar as pessoas às vezes, dizendo que uma coisa é boa quando não é, mas não se sabe.


Rock Progressivo
Carinhosamente apelidado de Prog, ele é um caso a parte. Correm boatos de que ele é filho de um caso da Sra. Blues com o Sr. Jazz, o que ficou ainda mais sério quando ele começou a fazer acrobacias. Muito exibicionista, adora mostrar as loucuras que consegue fazer, apesar de que, de vez em quando, as pessoas se irritam por que ele fica muito tempo fazendo, ou faz coisas chatas, só por que é difícil. Mas é um cara muito legal, quando para com o exibicionismo puro.


Hard Rock
Meio revoltado, meio dançante. Quanto a esse, não restam dúvidas que veio dos Blues. Ele também AMA penduricalhos, bandanas, lenços, maquiagem, cabelos bufantes e vive fazendo poses meio homossexuais, mas não é gay. Um pouco esquentadinho também. Conta-se que na adolescência usou e abusou das drogas e era meio ninfomaníaco. Casou-se e teve dois filhos: o pródigo Heavy Metal e o caçula Punk Rock.

Punk Rock
Muito revoltado, e muito relaxado também. Tentou ser igual ao pai, mas não conseguiu e se frustrou, vindo daí sua revolta. É muito fraquinho, raquítico. Não se importa com nada, mas vive falando de igualdade, vive defendendo ideais comunistas. Bebe mais que carro a gasolina com o tanque furado. A casa dele é uma bagunça, principalmente a COZINHA, que é muito tosca, tudo meia-boca. Teve dois filhos com a namorada, chamados de Hard Core e Grunge. Acha que um dia vai mudar a sociedade.

Hardcore
Menino meio maluco, vive correndo pela casa, não para de correr. É um pouco mais organizado na cozinha do que o pai, mas também é fraquinho. É surfista e skatista também. Quando está meio EMOtivo, passa o tempo todo reclamando da namorada que corneia ele todo dia. Teve um filho com a namorada, o Emocore.

Grunge
Ele é meio tristonho, meio emotivo também.Vive reclamando da vida.Esse é o mais sujinho e fedido, o seu cabelo é escorrido e sebento. Está na puberdade, por isso sua voz dá umas desafinadas às vezes. Ele costuma agir de maneira suicida. Menino estranho, esse.


Emocore
Esse é o adolescente mais depressivo e chorão, e se diz Homossexual. Ele não herdou absolutamente nada de sua família, principalmente do vovô e da vovó Blues.É magrelo e raquítico, e sempre apanha na escola e é o rejeitado da família, ninguém gosta dele, nem o próprio Hardcore, é rejeitado principalmente pelo Heavy Metal e seus filhos. O único da família que fala um pouco com ele é o Rock Pop.


Heavy Metal
Ele é muito forte e bem pesado. Bebe ainda mais que o Punk. Gosta de falar de mitologia nórdica e ocultismo, mas é bem cabeça aberta, dá para falar com ele de tudo: política, amor, humor, da vida... Reza a lenda que ele tem pacto com o diabo, mas isso é mentira. Adora roupas de couro e spikes. Dizem que ele é o que o Punk sempre quis ser. Tem uma voz grave, mas quando grita fica um pouco agudo. Tem fama de malvado, mas não é... Só quando está de mau-humor. Quando está de bom humor pode ser o cara mais engraçado do mundo. Gosta de cabelos compridos e de exibir os músculos às vezes. Não gosta muito de ir à Igreja. Acho que é daí que vem sua fama de anticristo... ainda mais quando ele começa a tirar sarro da cara dos sacristões, e eles levam a sério! Gosta de andar de motocicleta, e é mecânico. Tem uma Harley Davidson. Teve vários filhos: Thrash, Melódico, Prog Metal, Death, Black, White, Doom, Gothic,Folk que são muito unidos (com exceção do Black e do White, que nunca se entenderam) que vivem fazendo trabalhos em cooperação.

Thrash
Mais ágil que o pai, trabalha de ajudante de pedreiro, sendo mais forte. Um pouco violento de vez em quando, mas também é muito engraçado quando quer. Quando era pequeno engoliu uma escova de cabelo e desde então sua voz nunca mais foi a mesma.

Melódico
Costumava freqüentar a casa da Sra. Música Clássica quando era menor. É ator de teatro, fascinado por J.R.R. Tolkien e coisas medievais. É muito feliz, especialmente quando fala. Tanto que seu maior problema é que ele costuma se empolgar, e, por ter uma voz aguda, fica irritante escuta-lo. Adora coisas muito enfeitadas. Quer dar um presente pra ele? Compre um livro de fantasia com uma capa de veludo e com um marca-páginas bem grande, com gravuras da pintura barroca, bem detalhados.


Prog Metal
Costumava andar com o tio Prog, e aprendeu muitas manobras e acrobacias, e espera ser artista de circo também, mas não consegue fazer tudo por que é mais gordo, mais pesado, e tem o mesmo problema com exibicionismo.



Os irmãos Death e Black
Figuraças. Sabe os irmãos caverna? São iguaizinhos. São tão parecidos, que só dá pra distinguir quando o Black está de maquiagem, ou quando está mais enfeitado. Ninguém entende muito o que eles falam. Acredita-se que tenham uma linguagem própria. Mas sabe-se que quando o Black abre a boca é pra mandar Deus pr'aquele lugar, e dizer que o Diabo é o senhor dele. Trabalha com confecção de velas. O Death é meio estranho, trabalha de legista. Das vezes que se entendeu o que ele disse, ele só falava de como as pessoas morriam. Acho que o emprego dele o deixou meio neurótico. Gostam muito do Thrash. O Death costuma falar com o White às vezes, mas o Black nem chega perto. São muito violentos e estouradinhos. O Black é muito frio também, não tem pena de ninguém, e vive mutilando animais.



White
Indo na contra-mão do pai, é extremamente religioso. Detesta o Black, mas consegue conversar com o Death, e eles até trabalham juntos de vez em quando. Na Igreja do White, é claro. Seu único problema é que, para tentar parecer mais cristão, esquece que nasceu em uma família de peso, fazendo jejuns muito grandes e ficando muito leve.


Doom e Gothic
Outros muito parecidos. Só dá pra perceber a diferença por que o Gothic é mais calminho e vive bem equipado com coisas eletrônicas, enquanto o Doom às vezes lembra o Death, em alguns traços. Vivem reclamando da vida, falando de como sofrem... De como a vida é um inferno... Parecem um pouco com o Grunge quando começam a falar, mas diga isso pra eles e veja o que sobra de você! O Gothic gosta de coisas eletrônicas e trabalha consertando equipamentos e tem um timbre de voz ultra grave, mas só fala sussurrando. O Doom trabalha de coveiro.


Folk
Diz a lenda que ele foi criado por uma ceita de filandeses neo-pagãos que acreditavam ser descendentes de druidas e fadas. Costuma trabalhar com instrumentos de nomes engraçados. Desde adolescente quis ser atração de circo,mas tornou-se dançarino. Costuma namorar duendes e ninfas. Vive enfurnado na casa de senhores folcloricos, embora tenha um afeto especial pelo Sr. Celta. Gosta muito de andar com os irmãos Melodico, Death e Doom, as vezes até com o Black, embora este deteste seu jeito dançante de viver.


Ah! Existe um cara aí dizendo que pertence a essa família, mas todo mundo sabe que ele só quer ter o sobrenome Metal por dinheiro. Ele é tão porco que às vezes lembra o Punk, é mais desafinado que o Grunge, e só é pesadão, mas não se alimenta bem, vive de porcaria. Conhecido como New Metal. Para se ter uma ideia, ele anda com um carinha muito chato chamado Hip-Hop!


-Bem, si esse texto ñ é ótimo não entendo mas nada de música,
e prefiro ser surda!! ;)

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Pin-up

Pin-up é uma modelo cujas imagens sensuais exercem um forte atrativo na cultura pop. O termo foi documentado pela primeira vez em inglês em 1941; contudo, seu uso pode ser rastreado pelo menos até a década de 1890. As imagens “pin up” podiam ser recortadas de revistas, jornais, cartões postais, cromo-litografias e assim por diante. Tais fotos apareciam freqüentemente em calendários, os quais eram produzidos para serem pendurados (em inglês, pin up). Posteriormente, posters começaram a ser produzidos em massa. Pin-up também pode se referir a desenhos, pinturas e outras ilustrações feitas por imitação a estas fotos.

Queridas Pin Ups que davam o ar da graça com as cinturinhas sempre muito marcadas e as pernas de fora com roupas curtíssimas:


Se você for até o seu guarda-roupa, com certeza irá achar alguma peça ou acessório que remeta a um visual de antigamente, o que garante um ar vintage a qualquer produção. Some ao look a imagem de uma mulher sensual que adora fazer biquinho e terá a reprodução fiel do estilo pin-up. Sexy e incrivelmente inocentes, pin-ups símbolos como Marilyn Monroe, Betty Grable, Rita Hayworth, Dita Von Teese, entre outras, ocuparam o imaginário do sexo oposto apenas no valer da atitude. E estão na moda de novo. Há vários concursos do gênero na internet, e as brasileiras sempre são destaque e levam prêmios.




Muito mais que uma cintura marcada, unhas e maquiagem impecáveis, o estilo pin-up pede um porte seguro, aquele meio caminho entre malícia e ingenuidade. Se hoje é normal que mulheres exibam à vontade partes do seu corpo, naquele tempo mostrar os tornozelos era uma postura subversiva, e fotografias de mulheres nuas poderiam significar atentado ao pudor. Sem falar que o padrão de beleza era bem mais razoável: seios fartos, pernas grossas e cinturinha de pilão, o que nos faz pensar na real beleza das mulheres (sem tanto sacrifício!).



 


























"Mulheres comportadas raramente fizeram história"

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Existe algum segredo para se fazer a escolha certa?

     

  Fazer escolhas é dolorido. Temos medo de errar, temos receio de sofrer, temos medo de escolher o ruim e desprezar o bom. Escolher, em suma, é um misto de arte, dor, superação e aprendizado
       Quando penso em escolhas, fico… penso, pendendo de um lado para outro, tal qual o pêndulo de um grande relógio de parede, a princípio sem saber o que escolher. Uma hora inclino-me a isto, outra hora a aquilo. Escolher dói, sempre dói. Quando a escolha não dói na entrada, doerá na saída. E digo: é melhor doer antes, porque é muito mais suportável, do que depois. A dor do depois, depois que a escolha já foi feita é, não raro, quase insuportável e irreversível.


Escolher bem não nos isenta de sofrer pela escolha feita

 

 

sábado, 8 de janeiro de 2011

Tiaras

Todo mundo sabe que um bom acessório pode salvar o look mais básico do planeta ( e também destruir, lógico!), e a tiara é um desses acessórios.
Ela complementa, ela chama atenção, ela dá charme, ela segura aquela franja atrevida que não quer parar no seu penteado certinho, enfim, ela é uma daquelas peças (nesse caso, acessório), que você TEMMM que ter na sua caixinha de mimos.

As tiaras estilo "hippie" ficam bem no alto da testa e da um ar super leve e e as vezes boho, depende muito do conjunto da opera, mas a quem use também com roupas mais sofisticadas para dar uma "quebrada" (descontraída?) no visual.

As tiaras não ficam longe nem dos trajes mais elegantes, pelo contrário, dependendo do estilo ela agrega muito mais glamour e sofisticação.

Os anos 70 ainda inspiram muitos estilistas por aí, uma prova disso é a volta da tiara hippie, um acessório comum nas cabeças das mulheres a mais de 30 anos, mas que agora voltou com tudo.


DICA BÔNUS:

PAZ E AMOR

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Siempre (Adiós Dulcinea - Parte II)

 

Siempre (Adiós Dulcinea - Parte II)

Como ayer, te busque
En el doble techo de mi corazón y hallé nostalgia de ti
Soledad.
Comencé a llorar
Estos versos
Bañados en canción
Quiero volver a dormir con tu olor.
Desahucie tus besos
De mi memoria y digo adiós
Te dejaré marchar.

Duele tanto vivir
Duele siempre sin ti
Necesito tu olor
Necesito tu calor.
Quiero perfumar
Mi alma con gotas de ti
Y archivar mi dolor
En el doble fondo que hay...
en mi colchón!

Como ayer
Me perdí en el laberinto
De caminar sin ti
Grite: mi amor dónde estás? y lloré.
Tú me preguntabas:
cuanto te quería yo
te quiero siempre amor

Duele tanto vivir
Duele siempre sin ti
Necesito tu olor
Necesito tu calor.
Quiero perfumar
Mi alma con gotas de ti
Y archivar mi dolor
En el doble fondo que hay en mi colchón.

Pinto amaneceres sin saber
Cual es el dolor Que ahora tiene tu piel
Pinto despedidas en papel
Desechos de tu querer.

Duele tanto vivir
Duele siempre sin ti
Necesito tu olor
Necesito tu calor.
Quiero perfumar
Mi alma con gotas de ti
Y archivar mi dolor
En el doble fondo que hay...
Te quiero siempre mi amor.
video

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Desabafo&Desabo

Na vontade de desabafar, e o medo de desabar... qualquer frase é desconhecida pra mts,
coisas que somente sua própria alma pode entender, ou por sorte, alguem tbm entende.
Escrever não é mas a minha praia, tento fungir desse paraíso, mas na falta de tudo, corro pra folha e na falta de
folha vim pro meu blog, agora, meu tão Amado blog, ñ queria misturar mto minha vida,
mas hj foi inevitável... Desabafo&Desabo.
E nessa época tudo vira crítica, tudo vira um sorriso, tudo vira uma magoa.
Se eu podesse deixar meu extremismo de lado ou joga-lo pela janela!

Um curto circuito de informações e sentimentos, minha mente não lida com simplicidade,
ela é intessa e prefere sensações fortes e reais. Talvés, si contentar com qualquer coisa fosse uma solução,
mas a verdade é que prefiro morrer por querer mais, do que arriscar a perder o que já tenho!
#FALEITUDO

Redes Sociais

#FATO

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Noética: O poder da mente

     
Durante a leitura do Símbolo Perdido, de Dan Brown me deparei com o referido tema. Confesso que o mesmo, no decorrer da história, acabou aguçando minha curiosidade e me levou a pesquisar sobre o assunto, e não só isso, mas escrever um post sobre essa ciência, que a meu ver é deveras interessante. A palavra noética em si deriva do grego nous que quer dizer mente, contudo conceitualmente falando a noética se subdivide em duas correntes: a científica e a filosófica. No ramo científico é a disciplina que estuda os fenômenos subjetivos da consciência, da mente, do espírito e da vida a partir do ponto de vista da ciência. (1) Já no ramo filosófico a noética define a dimensão espiritual do homem. (3)
     Apesar de ser uma ciência recente, a noética tem intrínseco em seus objetivos e objetos de estudo matérias que já foram suscitadas por correntes filosóficas de outrora, estas que intimamente se ligam as tradições religiosas ao redor do mundo. No Ocidente, as teorias filosóficas da Grécia antiga influenciaram fortemente a noética, tendo em vista os estudos travados a época sobre a consciência, do conhecimento e do “eu”.

-Bem, até queria falar mais sobre, mas acredito que post grandes ñ são lidos por completo, então pessoas curiosas msm procurarão novas fontes... sempre gostei dos segredos da alma,
acho essa história super séria e adoraria saber opniões sobre isso!!!